O QUE VOCÊ FAZ COM AS OPORTUNIDADES EM SUAS MÃOS?

Helena era uma garota curiosa e inteligente. Foi visitar um sábio que – segundo a lenda – sabia responder todas as perguntas corretamente.

Mas ela resolveu testar o sábio e matutou: “Vou esconder uma borboleta em minhas mãos e perguntar se ela está viva ou morta. Se ele disser que está morta, abro minhas mãos e deixo-a voar. Se ele disser que está viva, vou apertá-la e esmagá-la. Assim, qualquer resposta que o sábio nos der estará errada!”

No dia do encontro com o sábio, Helena disse:

– Tenho em minhas mãos uma borboleta. Diga-me, sábio: ela está viva ou morta?

Calmamente, o sábio sorriu e respondeu:

– Depende de você. Ela está em suas mãos.

AS ESCOLHAS ESTÃO EM NOSSAS MÃOS!

As oportunidades aparecem e somos nós que devemos escolher aproveitá-las ou não. Elas estão em nossas mãos e o futuro depende do que nós faremos com cada uma dessas oportunidades.

Não devemos culpar ninguém quando algo dá errado. Somos nós mesmos os responsáveis por aquilo que conquistamos (ou não). Nossa vida está em nossas mãos – e em nossas escolhas!

Se você optar por sempre ser questionador da realidade, não acreditando ter a capacidade de aproveitar as oportunidades, talvez esteja “apertando e matando” essas mesmas oportunidades.

Reflita sobre este momento na sua vida: quais possibilidades estão ao seu redor?

Uma mudança de emprego ou de cidade… um negócio próprio… uma amizade esquecida… uma nova atividade para a qual foi convidado?

Você decide:
– Aproveitar a oportunidade, #FazerAcontecer e se deixar viver? 

ou
– Continuar aprisionando sua vida acreditando em bloqueios e crenças que não o fazem crescer?

A vida é feita de escolhas. Vá! Escolha VIVER! E aproveita para marcar aquela sua amiga ou amigo que está indeciso diante de uma escolha…

Abraços com muita #Inspiração e #Atitude! Bora #FazerAcontecer, pois quem fica parado é poste!

De seu Amigo, ZEPPA!

5 dicas que podem ajudá-lo a fazer a escolha certa:

1. Determine seus objetivos: Antes de tomar uma decisão, é importante entender o que você espera alcançar lá na frente. Avalie como cada opção (a ser escolhida) se alinha com seus objetivos futuros.

2. Pese as vantagens e desvantagens: Faça uma lista das vantagens e desvantagens de cada opção. Isso pode ajudá-lo a visualizar claramente as consequências de cada escolha e a tomar uma decisão melhor preparado.

3. Considere as consequências a longo prazo: Em vez de pensar apenas nas consequências imediatas, tente projetar o impacto de cada opção daqui 10 meses e daqui 10 anos. Isso pode ajudá-lo a evitar escolhas que possam parecer boas agora, mas que acabem causando problemas futuramente.

4. Peça conselhos: Às vezes, é difícil tomar uma decisão sozinho. Considere pedir a opinião de amigos, familiares ou mentores em quem confia. Suas perspectivas podem ser valiosas. Mas cuidado com os “invejosos” de plantão.

5. Confie em si mesmo: Apesar da dica acima, lembre-se de que VOCÊ é a pessoa que melhor conhece suas próprias necessidades e desejos. Confie em sua intuição e escolha a opção mais confortável com o seu coração.




#FazerAcontecer é…. ESCOLHER. Eu escolhi Balneário Camboriú como minha nova cidade e, assim, cá estou há quase seis anos com minha família.

Marcio Zeppelini, o ZEPPA, é Palestrante, Empresário, Empreendedor Social, Editor e escritor. Já realizou +de 350 Palestras em 9 países, inspirando milhares de pessoas a #FazerAcontecer
Conheça mais em www.zeppa.me

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe agora

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp